sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

#Dissertando: Parcerias com editoras



Os autores do Blog Epílogo orgulhosamente apresentam a nova (e primeira) coluna do blog: #Dissertando. Vamos à uma rápida introdução: a proposta é falar sobre assuntos relacionados ao mundo literário, principalmente aqueles que podem suscitar pontos de vista divergentes. Um espaço para expor opiniões! Nos textos vocês irão ler a nossa opinião e sempre que possível iremos adicionar a de outros blogueiros. Bem simples! Então vamos ao texto de estreia.


Aí vai a maior dúvida de todo blogueiro literário: como se destacar nesse mar de blogs que tem a mesma proposta: resenhar livros? É sobre uma das maneiras mais adotadas para ganhar popularidade, e principalmente o efeito dela na blogosfera literária, que irei falar nessa postagem: as parcerias com editoras.

Depois que criei o Blog Epílogo (antigo Inkworld) e comecei me aventurar por esse mundo literário-virtual, percebi a quantidade de pessoas que também queriam  falar desse mesmo assunto: livros. Então comecei a reparar no que elas faziam para ganhar popularidade. Uma coisa me chamou a atenção por parecer eficiente: blogs faziam parcerias com editoras e estampavam suas logomarcas nas barras laterais ou em páginas especias.  Realmente, o que pode ser melhor do que o reconhecimento de uma editora para atrair seguidores? É como se o blogueiro dissesse: "veja de quem sou parceiro. Eles consideram meu blog bom. Me siga!". É mesmo um grande atrativo que traz benefícios que vão além do reconhecimento: A editora envia de brinde livros para resenha e para sorteio/promoções. Esse último funciona como um imã para aqueles "pseudo-seguidores" que só estão a fim de ganhar o livro sorteado. Parece um verdadeiro negócio da China. Mas, de certa forma, essas parcerias estão sendo ruins para a blogosfera literária. A qualidade dos blogs está caindo e conteúdo se tornando excessivamente uniforme.

É como um fenômeno que acontece com a maioria das páginas daqueles que veem nas parcerias com editoras uma chance de ganhar status e se apoiam nisso. Veja que é um generalização, existem exceções. O sujeito angaria vários seguidores com as primeiras parcerias e então vai acumulando logomarcas na seção "Parceiros". É como um vício pois o retorno que se tem é grande, em forma de seguidores e visualizações de página. É só reparar que todos grandes blogs literários possuem uma porrada de editoras parceiras. O problema é que essa relação traz benefícios, mas traz consigo compromissos também. O sujeito tem que resenhar livros recebidos, fazer promoções e divulgar lançamentos dos parceiros. E quanto mais parceiros, mais compromissos, mais resenhas, mais divulgação. Sinceramente, esse conteúdo, fruto da parceria com a editora, em sua maioria é chato e não dá vontade de ler, a menos que seja a divulgação da capa do próximo livro da série que você gosta ou uma resenha. O blog começa a ficar atolado de postagens de sorteios, divulgações e principalmente outro elemento que surge de uma ideia simpática mas que não passa de um tapa-buraco, como diria o Nícolas, do Braunne: "Na Minha Caixa de Correio".


Após firmar tantas parcerias, a quantidade de livros que o blogueiro recebe por mês é enorme, não dá pra resenhar tudo. O que fazer com eles? Mostrar para os amigos seguidores! Criam um vlog para essa finalidade: mostrar os livros que chegaram. Agora, sem mentiras, é até divertido assistir a esses vídeos, alguns chegam a ser engraçados. O ponto é: há blogs que se sustentam nisso e nas divulgações, promoções e uma ou outra resenha (mal feita, mas isso já é outro tópico). Muitos não se importam em produzir um conteúdo interessante e sua página acaba se tornando mistura de postagens chatas. O interessante do blog literário não é expor os livros que você tem, mas sim expor o que você achou deles. Infelizmente o que está acontecendo com a maioria dos blogs voltados ao mundo literário é que grande parte das postagens está se tornando desinteressante e maçante.


"Quanta bobagem!"
Agora imagine isso acontecendo em grande escala. O resultado é um "universo" de blogs com conteúdo fraco e muito semelhante. Encontrar originalidade nesse universo é realmente uma tarefa muito difícil, mas como disse acima, existem exceções. É possível ter um blog original e autêntico e ao mesmo tempo ter editoras parceiras. Existem vários exemplos por aí.


Esse é um assunto pouco discutido e esse texto é só uma parte pequena do que pode ser extraído dele. Talvez seja hora dos blogueiros pararem pra pensar um pouco que a quantidade de seguidores não significa tanta coisa. Essa disputa por sucesso, que gera essa corrida atrás de editoras só está tornando a blogosfera literária deveras homogênea. Em suma, os blogueiros estão se atendo mais à quantidade do que a qualidade.


Para terminar o texto, dois blogueiros, os únicos que responderam o nosso pedido, gentilmente cederam suas opiniões sobre o tópico:


Lilian Silva do blog Lá no Cafofo:
"Creio que existe, sim, uma corrida desenfreada por status e sucesso e isso já afetou a qualidade do conteúdo dos blogs. Parcerias entre editoras e blogs, que deveriam ser um meio de divulgação para ambos, acabaram estimulando uma espécie de competição e o mais importante, que é a opinião sobre o livro, acabou ficando de lado. Com medo de perder a parceria, muitos abrem mão de opinar. É por isso que se veem conteúdos cada dia mais parecidos, mais pasteurizados. Acredito que é possível ter parcerias e ser autêntico. Basta escolher editoras que tenham uma visão parecida e não vender a alma pra ganhar um livro ou um brinde."


Nícolas Oliveira, do Braunne:
"Fora os livros de graça, me parece que o leitmotiv das parcerias com editoras é a ideia de 'contar vantagem' sobre outros blogs literários. Pra mim não há relevância em se ter editoras parceiras para dar continuidade a um blog. Se o leitor realmente quer debater, promover e incentivar a literatura, não precisa disso. Eu nunca ganhei livro de editora e raramente os compro. Tudo que li provém de bibliotecas. Mas continuo com minha página independente, resenhando o que der, seja livro badalado ou totalmente desconhecido. Aliás, neste segundo grupo, já encontrei ótimas leituras que dificilmente encontraria nas prateleiras"


A propósito, os blogs da Lilian e do Nícolas são ótimos, não vão na onda do "vamos viver de sorteios!". É difícil mas a gente acha! :-)

23 comentários:

  1. Concordo plenamente com esta postagem. Tenho um blog que fala sobre diversos assuntos, inclusive livros, mas quando eu o criei, achava que tinha que fazer parceria com editoras e ter muitos seguidores chegando até 3.ooo! Mas agora eu vi que o que vale mesmo é você ser verdadeiro em suas postagens e resenhas, críticas de livros e tal. As editoras, muita das vezes só querem divulgar o trabalho delas, achando que enviando apenas o "livro do momento" para o blogueiro adianta. Acho que tem que haver uma parceria mesmo: editora divulga trabalho do blog e blog divulga trabalho da editora, e vice-versa. Acho errado esse conceito, muitas vezes, de a editora enviar um livro e o blogueiro, para não perder a parceria, tem que dar uma opinião "positiva" quanto ao livro.

    Agora eu nem quero mais saber de parceria com editora, isso vai ficar pra depois. Primeiro meu blog, depois divulgação de trabalho de editora. Pois há sempre uma política de parceria: Ah! Você tem que ter 500 seguidores pra ser nosso parceiro. Então uma coisa eu falo : a parceria não se concretizará.

    E acho que é isso que os blogs tem que fazer: abrir os olhos. Ter uma editora parceria não é motivo de alegria ou de gabação, pois você só estará 'servindo" de instrumento para a divulgação dela, e o que você ganha em troca? Se disser livro, acho que essa não é a resposta certa, pois vai dizer que você está sendo comprado.

    Hoje a blogosfera terá que ter coisas novas, críticas sinceras e não bajuladoras!

    E sobre o Dissertando de hoje, gostei muito do artigo, espero mais do mesmo gênero. É a primeira vez que vejo um blog se levantando desse jeito, mostrando um assunto tão presente na blogosfera. Espero que outros blogueiros se juntem nesse movimento e parem de achar que parceria com editora é TUDO!

    Abraços,
    Joshua - Blog Pensamentos do Joshua - pensamentosdojoshua.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom! A grande maioria do conteúdos dos blog está sendo comandada pelas editoras. Triste.

      Obrigado, Joshua!

      Excluir
  2. Eu queria saber se eu posso postar esse artigo em meu blog, dando os créditos aos autores dele. Respondam, aguardo resposta, pois esse artigo está realmente maravilhoso!

    Abraços,
    Joshua - Blog Pensamentos do Joshua - pensamentosdojoshua.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será uma honra, Joshua! Nós ficamos muito gratos com iniciativas como a sua, pois isso mostra que nossa nova coluna está sendo bem aceita, e melhor: Que você realmente concorda com o nosso ponto vista. Autorizamos com toda certeza.

      Excluir
  3. Você até pode começar com a ilusão de que as parcerias são legais, mas tem uns que começam a tomar vários 'nãos' da editora e puft, somem do mapa.
    Infelizmente é uma realidade da época de seleção de grandes editoras, surgem muitos blogs com esse intuito apenas e mais nada.
    Espero que isso mude.
    Leitora Incomum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tocou em um ponto interessante: muitos blog surgem já almejando parcerias com editoras com a finalidade de ganhar livros... e como você disse, nem sempre dá certo.

      Excluir
  4. Olá Pedro, é a minha primeira visita aqui no seu blog, vi através do blog da Lilian (minha amiga) Lá no Cafofo e concordo com tudo que você disse!
    Sou a Lili do blog Nossos Romances e sou da época (por volta de 2004/2005) em que não existiam parcerias de editoras, na verdade tanto eu como também mais tarde fiquei sabendo da própria Lilian viemos juntas num mundo da blogosfera com o intento somente de opinar nossas impressões literárias, já que na época só se via blogs portugueses fazendo isso e carecia opinião aqui de brasileiros a respeito de livros. Para se ter uma ideia, quando recebi a minha primeira proposta de parceria (da Ediouro) fiquei em dúvida e muito cautelosa com a proposta que a editora estava fazendo para mim naquela época... Depois disso, a parceria já consolidada a coisa foi crescendo, meninas que viam meu blog como alguns outros que também estavam comigo na época viu as parcerias se formando em nossos blogs e começaram também a criar os seus próprios blogs (o que aí por mim tudo bem) o problema era quando o interesse de blogar se tornou não mais trocar idéias, opiniões a respeito de livros... Caindo justamente no que você disse, que por sinal foi muito bem escrito, o verdadeiro interesse de muitos blogueiros...
    Eu também fiz uma resenha falando mais ou menos sobre isso, se quiser dar uma lida e comentar lá no meu blog vou ficar extremamente feliz com a sua opinião:
    http://www.nossosromances.com.br/2011/07/e-hora-de-botar-ordem-na-casa.html
    Parabéns pela iniciativa e a partir de agora vou vir visita-lo mais vezes ;)
    Abs
    Lili
    http://www.nossosromances.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lili!
      Sou "mais novato" (isso existe?) nesse meio e achei muito interessante o que você disse sobre esse "boom" de blogs literários ser recente. Receio que as editoras de certa forma sejam responsáveis por isso (blogueiros interessados em livros de graça)...
      E sim, com certeza vou ler o seu texto. Quando se trata da blogosfera, gosto de ler diversas opiniões :D

      Obrigado!

      Excluir
  5. Oi, cheguei aqui pelo blog da Lilian, que é um dos poucos onde vejo originalidade (e diversão).

    Li o texto todo e os comentários também, até posso dizer que discordo de alguns.

    Parceria com editoras é uma espada de dois gumes. Não acho que seja "coisa do Demo" ou algo assim, acho uma iniciativa até muito interessante. Acho que o blogueiro precisa saber conduzir.

    É muito bacana as editoras verem nos blogs uma potencial forma de divulgação. Leitores realmente consideram opiniões na internet e isso confirma o valor dos blogs.

    Um erro que vejo é gente atirando pra tudo quanto é lado, querendo parcerias com qualquer editora. Isso eu já acho estranho e pode ser prejudicial para o blogueiro. Ter parcerias é muito útil para um blog pois sempre terá material para resenhas, promoções e informações sobre lançamentos (pra quem gosta disso), mas acho que prejudica o blogueiro no sentido de atolá-lo de livros, e pior, livros que ele não quer ler.

    No meu blog, eu só tenho uma editora parceira (Arqueiro) e pra mim, a parceria é excelente. Adoro o catálogo dessa editora. Antes de conseguir parceria com ela eu já queria ler 70% dos livros dela. Quando consegui a parceria e ainda descobri que EU era quem escolhia os livros pra resenha e fazer promoções, fiquei ainda mais feliz.
    Os dois lados ganham. A editora com divulgação (e não vejo nada de ruim nisso) e eu lendo livros de graça (E não são quaisquer livros, são os que EU quero ler).
    Eu iria ficar agoniado recebendo um monte de livros que eu jamais leria, sendo obrigado a resenhá-los. Isso que eu acho prejudicial. Conheço alguns blogueiros que mal tem tempo pra lerem o que gostam porque tem que atender as parcerias. É absurdo.

    Só passa a prejudicar os blogs quando os blogueiros começam a só falar bem dos livros da parceria. Aí todos os blogs ficam com aquela mesma cara insosa, textos chatos, idênticos. Parece que inventaram uma máquina de clonagem de blogs em massa.
    Só acho estranho porque as editoras geralmente deixam claro que as resenhas não precisam ser positivas. Eu mesmo abandonei um livro da Arqueiro e disse isso na minha resenha, não houve nenhum problema quanto a isso.

    Discordei desse trecho do comentário do Joshua: "Ter uma editora parceria não é motivo de alegria ou de gabação, pois você só estará 'servindo" de instrumento para a divulgação dela, e o que você ganha em troca? Se disser livro, acho que essa não é a resposta certa, pois vai dizer que você está sendo comprado."

    Pra mim é motivo de alegria (meu bolso agradece!). Meu blog também, agora posso fazer promoções divertidas (bom, minhas promoções são diferentes das que vemos na blogosfera, é meio que uma "missão" do meu blog fazer promoções assim - aliás tá rolando um desafio bem bacana lá).
    A editora ganha divulgação e eu ganho livro. É isso mesmo. Vendi divulgação, mas não vendi minha alma. Minha opinião será sempre sincera sobre os livros que eu mesmo compro ou os que vem da parceria.

    Falei a beça o.O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Felipe!

      Como eu disse, existem exceções, que são justamente os blogueiros que sabem usar a parceria a seu favor. Você também ressaltou um ponto importante: os leitores ficam com a agenda lotada de leituras... o blogueiro tem, acima de tudo, que ter disponibilidade de tempo para a parceria, para dar continuidade ao blog sem torná-lo puro objeto de divulgação de editoras. Achei legal sua parceria com a editora, devia ser um modelo.

      Excluir
  6. Bom, eu que mais estava na expectativa, só pude comentar o texto agora. Mas, nada mal, porque está excelente e com ideias bem coordenadas.

    Outra coisa que me chama atenção é que os blogs literários crescem na maré da parceria. Com muitos livros para sortear, ou um aqui outro ali, conseguem em média dezenas de novos seguidores apenas interessados no sorteio. Isso já constatei com outros blogs que me confirmaram a suspeita (ainda na época do Boas Leituras).

    E de lá pra cá, em números estão muito satisfeitos. Em conteúdo o blog perde, em parte, porque seus donos estão satisfeitos, desatentos no compromisso e rindo pro vento com o status que conseguiram. Com toda falta de empenho, o que mais se multiplica são promoções, divulgações, algumas resenhas aqui ou ali muito coloquiais e uma enxurrada de post até simpáticos, porém exibicionistas: caixas de correio, estou lendo, vou ler e afins.

    Como você disse, blogs assim se multiplicam e só tornam mais árdua a tarefa de separar o joio do trigo. Mas vale.

    ps: estive revendo os próximos artigos do BPL (previsão de mais 5) e nenhum deles trata diretamente de parcerias com editoras! Acho que foi o principal tema que me escapou...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pronto resolvi tascar algumas considerações também :D

      Excluir
  7. Pedro, parabéns pelo post - ficou excelente!!!!
    E li o comentário de todo mundo - que estão completamentando a postagem de forma muito interessante!
    Como outros eu também cheguei aqui pelo blog da Lilian! E fico feliz por ter vindo conferir a postagem - porque tocou em um assunto muito importante!
    Na minha opinião, não é um problema ter várias parcerias, desde que o blogueiro saiba lidar com elas. Como o Felipe disse, as editoras não pedem que a resenha seja positiva, então acho importante que os blogueiros sejam sempre sinceros (sinceros, não babacas... já houve quem confudisse as coisas... respeito a editora, ao autor e aos seguidores do blog - e isso sendo o livro proveniente de parceria ou não)!
    Eu confesso que gosto quando encontro resenhas de livros mais antigos nos blogs que sigo - ou mesmo de livros que não estão sendo tão divulgados... adoro encontrar coisas diferentes =D Mas muita gente faz isso, mesmo blogs que tenham vários e vários parceiros!
    Eu não posso afirmar com categoria que o blog Nanie's World está muito satisfeito por ter tantas parcerias... na verdade, isso é algo que estou repensando com muito cuidado (e com o apoio dos seguidores, através de uma pesquisa de opinião).
    Não gosto muito desses monte de posts de divulgação e evito-os, quando é possível... antes eu fazia uma vez por semana a divulgação dos livros de editoras parceiras e lançamentos de outras editoras que não são parceiras do blog - mas é algo que leva muito tempo (pq eu não gosto de usar aqueles releases prontos) e agora tempo é algo que não estou tendo muito ><
    Aff... acho que eu falei um monte, fugi do assunto... *aff, Nanie, concentra*
    Enfim, espero que tenha conseguido passar a minha opinião!
    Acho que parceria é bacana, mas não é necessária para que um blog viva! E para aqueles que têm parcerias, é importante manter a honestidade nas resenhas!

    Ah... o dia em que o número de seguidores não for importante será um dia feliz!
    (Confesso que fico feliz a cada novo seguidor que o blog ganha >< É, eu sei... parece contraditório... um dia eu conseguirei superar isso - eu espero ><)

    Beijos,
    Nanie - Nanie's World

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. para os blogs que não vão nessa onda de parcerias, cada seguidor conta mesmo, já que sabemos que a pessoa seguiu por gostar do blog kkk

      Excluir
  8. Bom adorei o Post...
    E eu sou novata nesse mundo virtual literario, pra quem é de fora vê que tudo é uma questão de deslumbre, com sucesso, os milhões de amigos e os admiradores.Porém se diz o conteúdo ficou pra trás.
    Eu tenho um blog, mas como em um momento conturbado da minha vida pessoal deixei um pouco de lado (e isso também é o legal de blogar a liberdade que se tem em postar ou não). Mas sou leitora assidua dos Blogs da Lilian 1 (Lá no cafofo) e Lilian 2 (Nossos romances) e de alguns outros poucos no qual há algum conteúdo e que ele me agrada (e me agrega).
    E parece que esse aqui vai entrar para a lista também.
    Parabéns, Bjo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo saber que o post agradou... obrigado! :D

      Excluir
  9. Muito bom o post.

    Concordo que essa coisa de parceria tem seus pontos positivos e negativos (noto isso), e que se não souber levar, se a única importância for 'ganhar' livros, o blog não vai pra frente.

    Temos que saber separar isso.

    Discordo quando diz que leitores priorizam blogs com várias editoras grandes na barra de parceiros. Isso é generalizar, eu mesma nunca vou a um blog e fico dê olho em suas conquistas.

    Um blog me ganha a partir de seu conteúdo e resenhas, não do que ele tem.
    Isso porque são vários blogs que tem lá seus tantos seguidores e tantas parcerias que não são bons. As resenhas não são legais, nem a forma de se comunicar com o leitor, infelizmente.

    Enfim, belo post.

    Bia | www.livroseatitudes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Excelente postagem! Meu blog tem parceria com editoras, e as vezes tenho que postas as resenhas dos livros que são enviados. Porém, junto com minha resenha, muitos outros blogs postam a mesma coisa, até chegar ao ponto de ser chato de visitar blogs porque todos postam resenha do mesmo lançamento. Já até pensei algumas vezes em cancelar a parceria, sem brincadeira. Não acho que TODOS os leitores acessem o blog por conta de parcerias, mas concordo com a parte de conseguir seguidores com promoções. O resultado é um blog com vários seguidores e quase nenhum comentário.
    Muito interessante seu ponto de vista.
    Isabela

    ResponderExcluir
  11. Não sei como eu vim parar aqui, mas cá estou para deixar meu comentário e dizer que eu adorei esse post, foi bem completo e fez com que pensássemos em qual caminho queremos tomar com nossos blogs.

    Sou nova na blogosfera. Nova no sentido de que é a primeira vez que eu faço um blog com um conteúdo mais "sério". Antes eu tinha um blog onde eu escrevia mais para mim, como um diário virtual. Não vou mentir em dizer que nunca pensei em fazer parcerias, porque eu já pensei sim, mas fico ponderando os prós e contras sobre isso. Percebo que, geralmente, quando as pessoas possuem parcerias, elas meio que são obrigadas a postar algo sobre os produtos das editoras, é claro. Mas os conteúdos não são suficientes para atrair a atenção, pelo menos não a minha. Os posts são muito reduzidos, quase não há nenhuma base que sustente o que está escrito. Não sei se isso acontece pela falta de vontade de resenhar o produto ou se a pessoa não sabe como fazer a resenha. Não digo que as pessoas devem ser técnicas naquilo, mas sim procurar ser o melhor possível e se destacar. O que eu vejo é sim um conteúdo uniforme na maioria dos blogs.

    Eu visitava alguns blogs e não sabia da existência de sorteios até ver um. Achei aquilo legal e bláblá, só que depois percebi o motivo por detrás. Um sorteio chama a atenção e de certa forma atrai mais pessoas para ler o seu blog. Quem permanecer visitando e comentando, é quem mais vale a pena. Os loucos por sorteios não contam.

    Enfim... dou +1 em várias coisas que as pessoas comentaram ali em cima.

    Bjins

    www.dicasoutravessuras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Realmente obrigada pelo post. Estava nessa de querer cair na busca por editoras e aumentar a "popularidade" do meu blog, mas sempre fiquei pensando também na obrigação de resenhar todos os livros que chegam, fazer sorteios etc, etc. Tenho visto muitos blogs serem cancelados por não ter tempo e nem ideias de fazer resenhas e tudo isso que vem junto, e recentemente não aceitei fazer parceria com uma determinada pessoa que queria que eu desse uma nota maior para o livro dela que tinha lido. Gostei muito mesmo do post, e acho que abriu meus olhos para algo que já percebia no fundo, acho que a corrida por status no mundo da blogosfera acaba fazendo a pessoa se afastar da ideia principal que tinha quando decidiu criar o blog.

    Abraços!
    Izabela :)

    Caderno de Resenhas

    ResponderExcluir
  13. Muito boa essa observação, e um blog sobre livros cheios de promoções complicadas de participar é verdadeiro porre. Tenho um blog de assuntos variados e dou até algumas dicas de livros, mas quando leio um que não gostei, falo a verdade, independente da editora ou coisa parecida.
    Abraços.

    www.perigosa-mente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Por favor ajudem me comprar o livro A arqueologia clássica de Jose Geraldo Costa Grillo, é para minha amiga secreta.

    idalina fone 11-32561483

    ResponderExcluir
  15. ótimo post..

    http://www.vestigiodelivros.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...